História da KHL

Sempre em que alguém pensa sobre alguma liga de hockey, já pensa na NHL, mas como todo mundo sabe os melhores jogadores da NHL e do mundo são os russos (claro que junto aos canadenses).

Bem, para a Rússia ter um hockey tão forte, bastou muitos anos de organização, e tiveram que passar por muitas dificuldades políticas e econômicas.

Tudo começa com a antiga Soviet Championship League, em 1946, na época que a Russia era a União Sovietica, a segunda potencia econômica do mundo, e junto com ela, a Soviet Championship League era a segunda potencia em questão de liga de hockey no gelo do mundo, perdendo claro apenas para a grande National Hockey League. A Liga Soviética de hockey no gelo durou por 46 anos, tendo times de outros paises pertencentes a URSS e também durante os 46 anos o meu glorioso CSKA Moscow dominando geral a liga, tendo ganho 32 campeonatos (mais do que o Habs do Veiga e do Vasconça) tendo uma das linhas mais famosas da historia do hockey europeu nos anos 80, com Vladimir Krutov, Igor Larinov e Sergei Makarov na frente e na defesa Viacheslav Fetisov e Alexei Kasatonov, linha que durou até os últimos anos da União Soviética, e mais ou menos em 1989 os jogadores começaram a partir para a NHL para ganhar mais dinheiro.

Em 1992 junto com a União Soviética, acabou a Soviet Championship League, que virou temporariamente a CIS Championship, que virou a International hockey league por quatro anos ( 92 a 96) tendo o time do Dinamo Moskva indo as finas nos quatro anos e ganhando por duas vezes o campeonato. Em 1996 foi fundada a Liga Russa de hockey, tendo apenas times da Rússia competindo pelo campeonato, apenas em 1999 que foi ter time de outro pais competindo, e com isso o nome da liga foi mudado novamente, sendo agora a Rússia Superliga que durou até o ano de 07-08, quando foi dissolvida e foi trocada para KHL (Kontinental Hockey League), que reúne times de mais 3 paises além da Russia (Bielorussia, Kazaquistão, Letónia) tendo em sua primeira temporada (08-09) Ak Bars Kazan sendo campeão.

Em seu segundo ano a KHL teve grande sucesso, contando com mais alguns jogadores vindo da NHL para a KHL pois não tiveram seus espaços na NHL, maior exemplo é o Filatov, que veio para o CSKA Moscow após não conseguir espaço no Columbus. Zherdev, é outro que veio a KHL, jogando pelo Atlant pois queria dinheiro. Durante a temporada regular o SKA St Pettersburg e o Salavat dominaram o torneio, contudo cairam nos playoffs e o Ak Bars Kazan venceu o bicampeonato.

O objetivo central da KHL é fazer uma liga que seje maior que a NHL, e para isso fazer uma liga que pegue toda Europa. Muitos times de outras ligas como a Extraliga O2 (Republica Checa), alguns times da Elitserien (liga da Suecia), alguns times da DEL (Alemanha) e mais alguns outros da Bielorussia estão interessados em participar da KHL, mas por alguns motivos de contrato e motivos econômicos ainda não foi resolvido nada, mas muitas surpesas podem acontecer nos próximos 5 anos, e muitos dizem que dentro desses 5 anos a KHL pode ser maior até que a NHL.

Seria interessante termos times de outros paises competindo na KHL, mas não acho que seria legal que os principais times de ligas como a Elitserien, fossem para a KHL, pois a Elitserien é uma das ligas mais tradicionais do hockey Europeu, e se alguns times se disseminassem, isso poderia prejudicar muito a liga e levá-la até a fechar.

Bem, ainda muito disco vai rola, e os próximos anos muita coisa pode mudar no hockey europeu, espero que tenham gostado de minha matéria de estréia.



5 comentários:

Saku Koivu disse...

O CSKA era o time do exército/governo/assassinos comunistas. Quem ousasse ganhar deles seria fuzilado no gelo mesmo, e com requintes de crueldade!!!

Já na época da Glasnost e da Perestroika, quando o exército/governo/assassinos comunistas já não estavam mais botando medo em ninguém, veio um certo rapaz de nome bonito (Igor) salvar o CSKA e dar mais uns títulos...

Igor Veiga disse...

"exército/governo/assassinos comunistas"
Gostei da relação entre substantivos e adjetivos! Refletiu exatamente essa merda de regime.

Sobre a extensão da KHL, eu tb nao vejo com bons olhos nao. É a mesma coisa da CBF promover um campeonato brasileiro fodão e milionário e então time da Argentina e Uruguai começarem a disputar... o torneio pode atá ficar masi interessante, mas as outras competiçoes nacionais e ja tradicionais vao perder peso.
Se eh pra aumentar o torneio, q seja pela inclusao de equipes de paises com uma liga meia boca...
Confrontos europeus?? deixa pra CHL!

Igor Veiga disse...

Ah, sim
Ja ia me esquecendo
"Puta texto, meu!"

Juan Valencia disse...

VLW Igor!

E também acho que tinha que deixa tudo pra CHL, os campeões e vice das principais faze um campeonato e dai sai o campeão europeu, e acho que melhor ainda, o campeão europeu devia disputar contra o campeão da NHL, e pronto definia o time mais fodão do mundo!

Bola disse...

O CSKA era o time do exército/governo/assassinos comunistas. Quem ousasse ganhar deles seria fuzilado no gelo mesmo, e com requintes de crueldade!!!



Tem cara que que força a barra nas afirmações.

Postar um comentário

Contador de visitas